A vida como motivador da pedagogia

Educação Viva

Uma pedagogia alimentada pela vida

Uma pedagogia alimentada pela vida

Na Baby House tanto as experiências relacionadas aos projetos pedagógicos quanto as atividades da rotina (alimentação, higiene, sono, circulação na escola e exploração do espaço e dos brinquedos) acontecem de forma integrada, visando o desenvolvimento da criança nos seus múltiplos aspectos.

Projetos que surgem das crianças

Projetos que surgem das crianças

Na Baby House as crianças efetivamente se envolvem e se apropriam dos conhecimentos. Muito disso se deve ao fato de que as investigação são definidas por elas. E o engajamento da criança se dá quando estas experiências e conteúdos partem de seus interesses e curiosidades.

O espaço como potencializador da aprendizagem

O espaço como potencializador da aprendizagem

Na Baby House que o espaço converte-se em um parceiro pedagógico. Por sua vez, as ações desenvolvidas pela criança serão desafiadas pelos materiais, os brinquedos e do modo como organizamos o espaço.

Influências da nossa abordagem

Influências da nossa abordagem

Nossa abordagem se inspira em práticas educativas coerentes com uma educação voltada não apenas para o acúmulo de conhecimentos, mas também ao desenvolvimento do estudante, principalmente nos seus aspectos de comunicação, socialização, motricidade, inteligência emocional e valores.

Trabalho diferenciado para cada nível (idade)

Trabalho diferenciado para cada nível (idade)

Na Baby House, cada nível (correspondente ao ano ou série escolar) tem um trabalho diferenciado. Em especial, nossa proposta educativa é ajustada para cada etapa de dois anos, oferendo uma rotina e atividades bastante ajustadas às etapas de desenvolvimento das crianças.

Resgatando as brincadeiras da cultura popular e tradicional

Resgatando as brincadeiras da cultura popular e tradicional

As brincadeiras e danças da cultura popular há muitas gerações oportunizam vivenciar e trabalhar elementos importantes, como movimento corporal, musicalidade, desafios, memória, musicalidade, escolhas, frustrações, superação, identidade, autorregulação, entre muitos outros.